Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Biblioteca + - Imprimir

Inicio » Biblioteca » Doenças e Sintomas letra - A » ACNE

ACNE

no dia 28 de Junho de 2013

Aparecem geralmente na face, pescoço, costas ou peito, sendo muito vulgar nos adolescentes em virtude das alterações hormonais por que passam nessa altura se reflectirem na constituição da pele. Dependendo das características genéticas da cada jovem, existe nessa altura um aumento de produção de gorduras da pele e da sua oleosidade.

A exposição a gorduras externas (cosméticos oleosos, ou vapores de fritos, por exemplo) podem piorar a situação.

Ao contrário do que se pensava, não parece haver relação entre os alimentos e o aparecimento ou agravamento do acne.

O bronzeamento pode mascarar a acne mas seus benefícios serão temporários. Como os raios solares, além de causar o envelhecimento da pele são factores de risco para o desenvolvimento do cancro de pele, não é recomendada exposição prolongada ao sol ou uso de bronzeamento artificial. Use sempre protector solar e opte por aqueles que sejam "oil-free"(sem gorduras) como os bloqueadores solares em forma de gel.

Quem utilize com frequência maquilhagens (bases, pó facial, pó compacto e outros) deve dar preferência a produtos que sejam "oil-free" (sem gordura) e não simplesmente os que sejam a base de água. Remova todas a noites a maquilhagem empregando sabão e água morna.

Para disfarçar marcas ou resquícios da acne, utilize loções na tonalidade da pele ou pó facial "oil-free". Proteja seu rosto sempre que for aplicar gel ou spray de cabelo (fixadores). Caso esses tipos de produtos entrem em contacto directo com a pele do seu rosto há possibilidades de se desenvolver um tipo especial de acne provocado pelo cosmético.

A limpeza regular da pele com simples água e sabão é um bom meio de evitar o agravamento. Deve-se evitar a todo o custo a tendência para se “espremerem” as lesões, até porque isso pode levar a infecções extensas, e potencialmente graves.

A aplicação de produtos como peróxido de benzilo, ácido retinóico, ou antibióticos, resolve muitos dos casos, embora por vezes se tenham que associar antibióticos por via oral. Os raios ultra-violeta, doseados com cuidado, também são uma boa opção em muitos casos. Nas situações mais graves podem-se utilizar drogas mais potentes como a isotretinoína, ou produtos hormonais como certas pílulas contraceptivas (só em mulheres).

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não