Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Destaque + - Imprimir

Imagem do Destaque

Farmácias Holon promovem avaliação gratuita da Doença Venosa Crónica

no dia 20 de Janeiro de 2017

Entre janeiro e maio, as Farmácias Holon, em parceria com os Laboratórios Boehringer Ingelheim, dinamizam uma campanha de sensibilização e avaliação da Doença Venosa Crónica (DVC), promovendo uma avaliação gratuita nas suas farmácias.

A DVC é uma patologia crónica e evolutiva que afeta grande parte da população mundial. Em Portugal verifica-se que 7 em cada 10 mulheres, com mais de 30 anos, sofrem de má circulação venosa e, cerca de metade, não faz qualquer tipo de tratamento.

 

“A procura de ajuda junto do farmacêutico é muitas vezes a primeira opção quando surgem problemas relacionados com a circulação venosa. Neste sentido é importante que os farmacêuticos assumam uma postura pró-ativa na sensibilização da população sobre estes problemas e é isso que fazemos  diariamente nas Farmácias Holon”, Catarina Fonseca, Directora Técnica da Farmácia Normal.

 

 

 

 

 

 

 

“Esta ação de sensibilização, que decorre em 118 Farmácias Holon de norte a sul do país, pretende sensibilizar a população para os problemas de circulação dos membros inferiores.

 

Estamos a realizar uma avaliação desta patologia através de um teste não invasivo, promovendo o aconselhamento farmacêutico e o acompanhamento diferenciado das Farmácias Holon.

 

A Fotopletismografia é o método utilizado para esta avaliação e permite a monitorização da patologia já diagnosticada, a identificação de situações de risco e a obtenção do resultado no mesmo instante”, Catarina Fonseca.

Os principais sintomas venosos incluem:

- Sensação de formigueiro;

- Dor, ardor e cãibras;

- Sensação de pernas pesadas, inchadas e/ ou cansadas;

- Veias dilatadas;

- Edema.

 

Esta avaliação é dirigida sobretudo a mulheres, com idade superior a 30 anos, com história familiar de DVC, excesso de peso ou com uma ocupação diária que implique estar em pé durante longos período de tempo.

 

 

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não