Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Notícia + - Imprimir

Inicio » Notícias » 1. Edição 2012/2013
Imagem da Noticia

1. Edição 2012/2013

no dia 15 de Janeiro de 2013
A Sociedade Portuguesa de Nefrologia (SPN) encerra, no dia 31 de Janeiro, as candidaturas ao primeiro prémio de jornalismo na área da Doença Renal Crónica, um concurso lançado em Março de 2012, com o apoio da AbbVie. Este prémio, o primeiro na área da nefrologia, pretende incentivar e reconhecer o interesse e qualidade dos trabalhos jornalísticos na área da doença renal crónica e destina-se a todos os jornalistas residentes em Portugal continental e nas Regiões autónomas da Madeira e dos Açores, cujos trabalhos tenham sido publicados entre Março de 2012 e Janeiro de 2013, em televisão, rádio, imprensa ou internet. O valor do prémio é de 6.000 euros, repartido igualmente pelos trabalhos vencedores nas quatro categorias aceites para a primeira edição deste galardão do jornalismo de saúde em Portugal. O júri, composto por dois representantes da Sociedade Portuguesa de Nefrologia e por dois jornalistas convidados, irá avaliar os trabalhos a concurso de acordo com os critérios de coerência com os objetivos do prémio, a criatividade, a investigação, a relevância e a qualidade. Em Portugal, estima-se que cerca de 800 mil pessoas deverão sofrer de doença renal crónica, considerando qualquer uma das suas cinco fases ou estádios de evolução. A progressão da doença é muitas vezes silenciosa, isto é, sem grandes sintomas, o que leva o doente a recorrer ao médico tardiamente, já sem possibilidade de qualquer recuperação. Na fase mais avançada da evolução da doença, ou estádio 5, surge o esgotamento total das funções renais, que terão de passar a ser substituídas pela diálise ou por um transplante. Fonte:LPM Comunicações [Fim de Notícia]

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não