Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Notícia + - Imprimir

Inicio » Notícias » Torres Vedras adere a Projeto Salva-vidas
Imagem da Noticia

Torres Vedras adere a Projeto Salva-vidas

no dia 18 de Julho de 2017

A Fundação Portuguesa de Cardiologia, em parceria com a Senilife e os hipermercados Jumbo, lançou no passado mês de março o Projeto Salva-vidas, uma campanha pública de âmbito nacional de sensibilização para a morte súbita. Esta iniciativa chega agora a Torres Vedras, dia 20 de julho, pelas 17h30, no Jumbo local (Arena Shopping), onde já estarão disponíveis as Pulseiras Salva-vidas.

A participação na campanha é simples: basta a aquisição das Pulseiras Salva-vidas nas Parafarmácias dos hipermercados Jumbo (Espaços Saúde e Bem-Estar), pelo valor simbólico de 2€. Por cada grupo de 1500 vendidas as entidades promotoras do projeto oferecem um kit salva-vidas, composto por um desfibrilhador com reanimação de alta qualidade e respetiva formação em Suporte Básico de Vida com Desfibrilhação Automática Externa e primeiros-socorros, a uma entidade identificada desde o início das vendas das referidas pulseiras. A entidade a receber este Kit, após a venda das 1500 pulseiras será a APECI - Associação para a Educação de Crianças Inadaptadas.

Atualmente a morte súbita mata cerca de 10 mil pessoas em Portugal todos os anos e, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, cerca de 20 mil pessoas por dia em todo o Mundo. Em Portugal, o número de desfibrilhadores, um dos instrumentos mais eficazes de combate a esta problemática de saúde pública, é de cerca de um para cada 10 mil habitantes.

Para o Prof. Doutor Manuel Carrageta, Presidente da Fundação Portuguesa de Cardiologia, «esta iniciativa pretende realmente salvar vidas. O objetivo é dotar escolas e instituições dos conhecimentos e meios necessários, porque nos casos de paragem cardiorrespiratória cada minuto conta para a possibilidade de sobrevivência da pessoa». Após este evento, a vítima perde 10% de

 

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não