Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Notícia + - Imprimir

Inicio » Notícias » Rinite alérgica
Imagem da Noticia

Rinite alérgica

no dia 12 de Maio de 2005
A prevalência da rinite alérgica em Portugal é de 26,1 por cento, sendo esta doença inflamatória crónica mais frequente nas mulheres e na região do Alentejo, revela um estudo que envolveu utentes dos centros de saúde portugueses. O estudo ARPA avaliou a prevalência e a caracterização da rinite em utentes dos cuidados de saúde primários portugueses, tendo sido publicado na Revista Portuguesa de Imunoalergologia. Apresentado hoje pela Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), o estudo - que foi aplicado no ano passado - teve como objectivo "determinar a prevalência e caracterizar a rinite alérgica, incluindo uma grande amostra populacional, seleccionada nos centros de saúde de Portugal". Foram analisados 6.859 inquéritos, os quais foram respondidos por indivíduos com uma idade média de 48,3 anos. O estudo concluiu que a prevalência de rinite na população portuguesa é de 26,1 por cento, sendo mais frequente no sexo feminino e na região do Alentejo. A menor prevalência foi encontrada no Algarve. Em 70,4 por cento dos casos de rinite, estavam também associadas queixas oculares. Nos casos de rinite, 48 por cento correspondiam a formas intermitentes e 52 por cento a persistentes. Apenas cerca de um terço dos indivíduos com rinite foram previamente diagnosticados (30 por cento) ou tomaram medicação no último ano (34 por cento). A investigação identificou "uma significativa prevalência de rinite e de rinoconjuntivite, evidenciando-se uma clara situação de sub-diagnóstico e de sub-tratamento, em doentes com uma elevada gravidade de sintomas, traduzindo o significativo impacto destas doenças na população nacional". A prevalência da rinite alérgica tem vindo a aumentar progressivamente nos últimos anos, particularmente nos últimos decénios, a par do aumento da prevalência das outras patologias alérgicas, indicam os autores do estudo. A rinite alérgica é uma patologia inflamatória crónica da mucosa nasal, mediada imunologicamente, caracterizada em termos clínicos por prurido, esternutação, rinorreia (pingo do nariz) e/ou obstrução nasal. Fonte:Lusa [Fim de Notícia]

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não