Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Notícia + - Imprimir

Inicio » Notícias » Doença de Creutzfeldt-Jakob
Imagem da Noticia

Doença de Creutzfeldt-Jakob

no dia 01 de Janeiro de 1970
Essa doença afecta aproximadamente uma pessoa em um milhão. Especialistas não sabem como a maioria das pessoas adquire a doença, mas em alguns casos a DCJ é herdada num grupo familiar (a assim chamada DCJ familiar). A DCJ geralmente afecta pessoas que tem, pelo menos, 60 anos de idade. Caracteriza-se por uma demência rapidamente progressiva. Em geral, a pessoa morre cerca de 6 meses após o aparecimento dos sintomas. O período de incubação, que é o tempo decorrido entre a exposição ao agente infeccioso e o desenvolvimento dos sintomas varia entre 3 e 20 anos.
Os sintomas incluem: demência, caracterizada por confusão, desorientação e perda da memória, problemas visuais, comportamento anormal, movimentos anormais e espasmos musculares.
Os especialistas não estão seguros em relação às causas da DCJ. A doença pode ser transmitida de diversas maneiras.
Hormnios utilizados para o tratamento de certos problemas endócrinos (distúrbios hormonais) podem ser obtidos originalmente de uma pessoa infectada.
Doadores de alguns tecidos humanos para transplantes, tais como córneas, podem estar infectados e, dessa forma, infectar os receptores.
A doença pode ser herdada de algum membro da família.
Um indivíduo, tal como um cirurgião, está exposto a tecidos infectados, por exemplo, enquanto opera o cérebro de um paciente infectado.
A melhor maneira de diagnosticar a DCJ é a biopsia cerebral (obtenção do tecido cerebral e seu exame sob microscópio). Algumas vezes, o diagnóstico por imagens cerebrais, tal como a tomografia computadorizada (um raio X tridimensional especial) ou imagens de ressonância magnética (imagens tridimensionais especiais usando campos magnéticos) e o eletroencefalograma (EEG) (registro das ondas cerebrais) são úteis.
A DCJ provoca deterioração mental progressiva, que resulta em óbito após cerca de 6 meses. A DCJ não passa de uma pessoa para a outra e não existe tratamento.



[Fim da Notícia]

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não