Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Notícia + - Imprimir

Inicio » Notícias » Coração mata mais mulheres do que cancro, sida, malária e tuberculose
Imagem da Noticia

Coração mata mais mulheres do que cancro, sida, malária e tuberculose

no dia 13 de Fevereiro de 2006
As doenças cardiovasculares são a primeira causa de morte entre as mulheres de todo o mundo, apesar de poderem reduzir-se para metade com estilos de vida mais saudáveis, segundo a Federação Mundial do Coração (FMC). Este tipo de patologias "provocam mais mortes que todos os tipos de cancros, o vírus da Sida, da malária e a tuberculose juntos", afirmou a presidente do Comité Assessor da FMC, Sania Nishtar. Por esta razão, a FMC apela às mulheres de todo o mundo a aprenderem a cuidar dos seus corações, razão para ter desenhado a campanha internacional "De vermelho pela Mulher". A propósito da celebração do Dia de São Valentim (dedicado aos namorados), na próxima terça-feira, a organização internacional aproveita para recordar a todas as mulheres que, antes de tudo, devem cuidar dos seus próprios corações. Sania Nishtar explicou que a federação está a "aproveitar o dia de São Valentim, um dia com conotações positivas para o coração, para salientar a importância das mulheres aprenderem a levar um estilo de vida saudável". Dados da organização indicam que as mulheres enfrentam seis grandes factores de risco associados às doenças cardiovasculares: pressão arterial alta, concentrações elevadas de colesterol no sangue, consumo de tabaco, sedentarismo, excesso de peso e diabetes. Em Portugal, as doenças cardiovasculares - principalmente os Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) e a Doença Isquémica do Coração (DIC) - são a principal causa de mortalidade. Segundo a Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC), estas doenças são responsáveis por perto de 50 por cento das mortes ocorridas em 1999 (42.998 num total de 100.252 mortes). Fonte:Lusa [Fim de Notícia]

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não