Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Notícia + - Imprimir

Inicio » Notícias » Varizes:
Imagem da Noticia

Varizes:

no dia 17 de Fevereiro de 2006
As varizes são veias dilatadas com volume aumentado, tornando-se tortuosas e alongadas com o decorrer do tempo. No seu percurso pelo corpo, o sangue é transportado para as extremidades através das artérias, mas cabe às veias a função de levar o sangue de volta ao coração, impulsionado, principalmente, pelos músculos. Dentro das veias existem pequenas válvulas que impedem o retorno venoso para as extremidades. Quando essas válvulas não se fecham adequadamente, o refluxo é inevitável. é, então, que a quantidade de sangue dentro das veias começa a aumentar, obrigando-as a uma dilatação. Dor cansaço, sensação de peso nas pernas, edema, cãibras e dormência são os primeiros sintomas que, por vezes, só surgem muito tempo depois da doença venosa já estar estabelecida. Estes sintomas são mais acentuados ao final do dia, ou em dias de temperaturas elevadas. Para prevenir a doença venosa, é fundamental começar por eliminar os factores de risco, ou pelo menos minimizá-los. Obviamente não se pode deixar de ter filhos por causa das varizes, mas deve haver um cuidado especial nessa fase, recomenda o especialista. A primeira etapa para a prevenção consiste em detectar a hereditariedade, isto é, saber se na família há tendência para o desenvolvimento deste problema. Se houver, os cuidados devem ser reforçados. A segunda etapa será fazer um exame de diagnóstico para saber se tem ou não doença venosa, ou se já há presença de sintomas. Se houver dor, cansaço, peso, inchaço, então é porque já tem a doença, alerta Serra Brandão, continuando: Neste caso deverá procurar um médico, de preferência especialista, para fazer um determinado número de exames e que aconselhe quais a medidas profiláticas. Entre estas medidas pode estar a prática de exercício físico como marcha, bicicleta, natação ou hidroginástica. Depois, consoante os sintomas e o desenvolvimento da doença, é evidente que deve iniciar a medicação com fármacos que actuam sobre a elasticidade da veia e na microcirculação, na mesma situação recomenda-se ainda uso de meias elásticas, sugere Serra Brandão. Fonte:Sapo [Fim de Notícia]

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não