Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Notícia + - Imprimir

Inicio » Notícias » Lisboa:
Imagem da Noticia

Lisboa:

no dia 15 de Dezembro de 2006
A Câmara Municipal de Lisboa vai ceder um terreno à Liga Portuguesa dos Deficientes Motores para a construção de uma residência assistida para pessoas com deficiência, anunciou hoje o presidente da autarquia, Carmona Rodrigues. A Liga e a Câmara de Lisboa assinaram hoje, no dia em que a instituição celebra 50 anos, um protocolo de colaboração, que irá permitir, entre outros projectos, a cedência do terreno. "A consequência mais prática [do protocolo] será a cedência de um terreno anexo à sede da Liga, no Casalinho da Ajuda", disse à Lusa o presidente da Câmara de Lisboa. Segundo o autarca social-democrata, os serviços camarários estão a analisar a cedência do terreno para ser posteriormente sujeita a discussão em reunião do executivo municipal. A presidente do conselho de administração da Liga, Maria de Freitas Faria, revelou à Lusa que o protocolo vai também permitir a concretização de outros projectos como a "Casa Grande das Artes", na Quinta da Granja, em Benfica, destinada à infância. "Será um centro cultural vocacionado para o convívio e a expressão multi-cultural, numa zona onde há escolas com crianças de mais de trinta nacionalidades", descreveu. Segundo a responsável, o protocolo prevê ainda que sejam disponibilizadas pela autarquia mais apartamentos para pessoas com deficiência nos bairros municipais, além dos dois já cedidos, em Chelas. A criação de um "ninho de empresas", que funcionará em colaboração com a escola de formação profissional da Liga, é outro dos projectos que o protocolo deverá concretizar. A Liga, que comemora também 20 anos de parceria com a autarquia de Lisboa, serve cerca de 500 pessoas com deficiência por dia. A instituição dispõe de valências nas áreas da Educação, Saúde, Cultura, Desporto, Formação Profissional e Emprego Fonte:Lusa [Fim de Notícia]

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não