Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Notícia + - Imprimir

Inicio » Notícias » Elvas:
Imagem da Noticia

Elvas:

no dia 13 de Fevereiro de 2007
Um lar residencial para pessoas com deficiência mental, destinado a 22 utentes, vai ser construído na cidade alentejana de Elvas, num investimento de 650 mil euros, anunciou hoje a instituição responsável pelo projecto. O presidente da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Elvas, António Escarduça, adiantou à agência Lusa que o lar constitui "uma velha aspiração e uma necessidade imperiosa" da instituição. "A infra-estrutura permite acolher e dar apoio aos utentes quando a família lhes faltar", garantiu. De acordo com o responsável, a APPACDM de Elvas vai avançar com uma nova candidatura ao Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES) para a construção do lar. A associação, segundo António Escarduça, já tinha candidatado a obra à primeira fase do programa PARES, mas não foi aprovada, esperando agora que, na segunda fase de candidaturas, seja contemplada com um financiamento de 60 por cento. João Escarduça realçou que a APPACDM pretende começar este ano a obra e, no caso do projecto ser aprovado pelo programa PARES, o município de Elvas avança com os restantes 40 por cento. "Compete ao Estado apoiar a construção da infra- estrutura, mas se a candidatura não for aprovada a instituição tem a garantia de que o município de Elvas financia em grande parte a obra", sustentou o responsável. Com a concretização da obra, "noventa por cento dos objectivos da associação serão alcançados", acrescentou. O edifício do lar vai ser construído, no interior das instalações da instituição na Avenida dos Bombeiros Voluntários, em Elvas. Fundada em Janeiro de 1998, a APPACDM de Elvas tem 55 utentes, mas no conjunto das valências presta apoio a cerca de 150 pessoas com deficiência, com idades entre os nove e os 65 anos, oriundos dos concelhos de Elvas e Campo Maior, no distrito de Portalegre. Os utentes estão distribuídos pelas valências de intervenção precoce, escolaridade, centro de actividades ocupacionais, formação profissional e a empresa da instituição. A empresa, criada pela APPACDM, dedica-se à área agro- alimentar, com destaque para as ameixas de Elvas, e a outras actividades como a carpintaria e lavandaria, empregando 13 pessoas, entre as quais seis portadoras de deficiência mental. Alguns técnicos das mais variadas áreas prestam apoio à instituição, nomeadamente na fisioterapia, psicologia, psicomotricidade, serviço social e terapia da fala. A instituição, que garante 53 postos de trabalho e tem cerca de 450 sócios, recebe apoios de diversos organismos do Estado e da Câmara Municipal de Elvas Fonte:Lusa [Fim de Notícia]

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não