Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Notícia + - Imprimir

Inicio » Notícias » Com alterações climáticas
Imagem da Noticia

Com alterações climáticas

no dia 17 de Abril de 2008
A Organização Mundial de Saúde (OMS) pediu medidas urgentes para lutar contra as alterações climáticas, que já estão a ter consequências na saúde humana. "Não podemos ter mais dúvidas sobre o aquecimento global. Os seus efeitos são já visíveis", declarou a directora-geral da OMS, Margaret Chan. "O problema essencial pode resumir-se em poucas palavras: as alterações climáticas colocam directamente em perigo a saúde: Os efeitos do aquecimento do planeta vão ser brutais e fortemente sentidos, provocando alterações no ar, na água, nos hábitos alimentares, na longevidade e nas doenças", acrescentou. A directora-geral da OMS alertou para a urgência de medidas que contribuam para minimizae o impacto das alterações climáticas nas próximas décadas. O aquecimento global vai aumentar a frequência de fenómenos climáticos extremos, como secas, inundações, ciclones ou tufões, segundo os cientistas. Estes fenómenos contribuem para uma deterioração da qualidade da água, aumentando a ocorrência de doenças diarrégicas. Também o aumento da temperatura vai ter um impacto sobre o desenvolvimento de doenças tropicais como o dengue ou o paludismo transmitido pelos mosquistos. Os seres humanos já estão expostos aos efeitos de doenças sobre as quais o clima tem influência e que provocaram já vários milhões de mortes, como a má nutrição (3,2 milhões de mortes por ano) ou o paludismo (1,8 milhões). A OMS lembrou alguns dos casos registados no passado, que diz serem exemplo do que pode acontecer nas próximas décadas com maior intensidade: as ondas de calor na Europa em 2003, que afectaram mais 70 mil pessoas do que é normal nestas situações, o Katrina em 2005 que fez mais de 1.800 mortes e desalojou milhares de pessoas. O paludismo, que nos últimos 30 anos, com o aumento da temperatura, criou condições propícias à presença de populações de mosquitos na região oriental de áfrica, e à transmissão daquela doença. As epidemias de cólera são ainda outro exemplo citado pela OMS, nomeadamente as do Bangladesh, o que está estritamente ligado aos fenómenos de inundações e à falta de água potável. A OMS escolheu as alterações climáticas para tema do Dia Mundial de Saúde, que coincide este ano com a celebração do 60. aniversário da instituição. A directora-geral da OMS afirmou que este tema será abordado na próxima reunião do G-8 no Japão marcada para Maio próximo. Fonte:Correio dos Açores [Fim de Notícia]

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não