Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação:Motor de busca | Saltar para o conteúdo

Portal do Cidadão com Deficiência

Associação Portuguesa de Deficientes Delegação S.Miguel

Navegação

Em conformidade com a Acessibilidade Web:

Símbolo de
Acessibilidade à Web Acessibilidade Certificada Validação W3C WAI-AAA Validação W3C CSS Validação W3C XHTML

Poesia + - Imprimir

MINHA (TUA) VIDA

Muitas coisas aconteceram Desde o dia que decidi te esquecer Voc me domina a cada vez Que eu penso em morrer Nem ao menos me conhece E já me toma por inteira Que amor estranho é esse, mais parece brincadeira? Ah, que dor, que agonia! Pois amar-te não é fácil Teu coração nobre, minha vida pobre Que dirias, meu amor, se eu partisse E jamais estes versos ouvisses? Nada mais seria do que um copo dessangrado de delrio apaixonado No qual me tomas a cabeça e o corpo deixa de lado Me angustia a cada fio dos minutos Com esse olhar indescritvel Que vida é essa que não é minha? Que pertence a alguém que nem sabe da minha existncia? Esse sentimento que carrego Na minha vida que é tua Se transforma por inteiro em penitncia Não quero mais te pertencer Nem essa minha vida que é só tua

Ceres Rachel
no dia 01 de Janeiro de 1970

EM DESTAQUE

PRÓXIMOS EVENTOS

Mais Eventos

INQUÉRITO

Março é o mês da Saúde dos Pés. Já consultou um Podologista?

  • Sim
  • Não